• Marcelo Camargo

Porque calcular o Capital de Giro?



Olá, sou Marcelo Camargo, contador, economista e sócio da JCOM Contabilidade. Umas das grandes dores de cabeça dos empreendedores é conseguir calcular o seu capital de giro, que é um indicador muito importante, para ajudar no processo de tomada de decisão como a formação de preço, política comercial, negociação de compras, etc. Mas o que é capital de giro? Capital de Giro é o montante de dinheiro necessários para que usa empresa pague suas contas, enquanto a operação gere mais dinheiro. Ficou difícil entender? Vamos explicar de maneira mais prática: Como você faz para “fabricar” dinheiro? não é aplicando R$1,00 em uma mercadoria ou serviço, vendendo depois por R$2,00? Essa diferença (no nosso exemplo de R$1,00), paga todas as contas da empresa: Energia elétrica, salários, pró-labore, etc, não é isso? Mas quanto tempo leva para que o dinheiro aplicado se torne novamente dinheiro disponível? Ora, você compra a mercadoria, paga o seu fornecedor e assim seu recurso foi aplicado, depois o fornecedor entrega a mercadoria, você coloca no estoque, vende e assim recebe de seu cliente, recuperando o valor aplicado com o adicional. Essa operação demora um certo tempo, não é verdade? Capital de giro é o montante de dinheiro necessário para que você sobreviva à esse período, ou seja, quanto dinheiro você precisa manter no caixa para pagar as contas até que dinheiro novo chegue. Por isso esse indicador é muito importante. Uma empresa pode fechar se seu fluxo de caixa secar. E se você souber antecipadamente o momento em que o dinheiro vai faltar, pode tomar decisões para equilibrar a situação, como tomar um empréstimo, prorrogar fornecedores, etc. Para calcular o Capital de Giro, primeiro você precisa ter um bom registro de suas operações financeiras, por isso avalie o seu sistema ou planilha de excel se este pode lhe fornecer as informações necessárias. A JCOM disponibiliza para seus clientes um sistema que lhe ajuda a realizar esses registros e integrar as informações com a contabilidade. Bom, se você tem as informações financeiras registradas e avaliadas, use a fórmula CGL = AC – PC. Em que “AC ” refere-se a ativo circulante (caixa, bancos, aplicações financeiras, contas a receber, etc) e PC corresponde ao passivo circulante (contas a pagar, fornecedores, empréstimos, entre outros). Assim se o total de seu Ativo Circulante é de R$ 5.000,00 e o seu Passivo Circulante é de R$ 4.000,00, o seu capital de giro é R$ 1.000,00. Desta forma, controlar o Capital de Giro da empresa significa avaliar o momento atual, se faltará ou sobrará recursos financeiros e os reflexos gerados por tomadas de decisões em relação a compras, vendas e à administração do caixa. Fique sempre atento a esses fatores, pois uma administração ineficiente do capital de giro afeta o fluxo de caixa da empresa e as consequências podem ser drásticas.

#administraçãofinanceira #controlefinanceiro

Rua.Senador Dantas, 20 -  sala 904

Centro - Rio de Janeiro (RJ)

(21) 2277-5950

contato@jcomcontabilidade.com.br